Highslide for Wordpress Plugin

Três bispos, três pastores, uma só história de evangelização

Foto: Missa de Posse de Dom João Bosco, em 20 de julho de 2014. Lucinéia Dote - Pascom Diocesana

Diocese de Osasco: Rumo aos 30 anos de Evangelização

Chegamos aos tempos contemporâneos, mais especificamente nesta edição falaremos de 2010 a 2014, até a chegada de nosso bispo atual. Iniciamos a história desta década com a bênção da pedra fundamental da casa diocesana de retiros e escritório central da RCC (Renovação Carismática Católica), localizada em Barueri, no Parque Viana, no mês de agosto. Em outubro comemoramos os 85 anos de idade de Dom Francisco e os seus 35 anos de frutuoso episcopado em nosso meio.

Em maio de 2011, Dom Ercílio Turco inaugurou a capela do hospital geral de Itapevi, que fica sob os cuidados das Irmãs de Santa Catarina. Neste mesmo mês, em Roma, foi beatificado o Santo Padre, o Papa João Paulo II, papa que criou a Diocese de Osasco e nos possibilita hoje estarmos nestes festejos e preparos do Ano Jubilar. Também tivemos neste ano o 1º Encontro de Comunicadores a nível Diocesano (EnCom), que reuniu os principais veículos de comunicação de nossa Diocese. Também em maio, houve a 1ª peregrinação da Imagem do Divino Pai Eterno em nossa Diocese, com a presença do padre Robson de Oliveira (missionário redentorista) que realizou um show de evangelização em Caucaia do Alto com a presença de mais de 18 mil pessoas (18.000).

Em agosto de 2011 as monjas dominicanas inauguraram e consagraram, pelas mãos de Dom Ercílio, a Igreja do Mosteiro Cristo Rei, em São Roque. Neste mesmo ano, em setembro, chegou à nossa Diocese a Cruz peregrina da JMJ (Jornada Mundial da Juventude) e o ícone de Nossa Senhora, em meio a uma bonita celebração e uma multidão de pessoas, que participaram com piedade da acolhida, vigília, procissão e Santa Missa, foi um momento muito emocionante para toda a nossa Igreja Particular. A Paróquia São Paulo da Cruz, no dia 25 de setembro, em Missa presidida por Dom Ercílio, dedicou a Deus um novo altar, após a reforma de sua Igreja Matriz. Em novembro, realizou-se em nossa Diocese o Encontro Estadual da Juventude Carismática, com a presença de mais de 2.500 jovens provindos de várias dioceses do Regional Sul 1 da CNBB (Estado de São Paulo).

Em 2012, durante o aniversário do cinquentenário da emancipação de Osasco, Dom Ercílio Turco, Dom Francisco Manuel Vieira e Pe. Pio Milpacher, CJS, foram homenageados pelo importante papel que tiveram no desenvolvimento do município de Osasco. Em março, padre Aurélio Vieira de Moraes completou seu Jubileu de Ouro Sacerdotal e na presença de diversas pessoas, em Santa Missa na Paróquia Nossa Senhora do Monte Serrate, sua paróquia de origem, rendeu graças a Deus pelos seus 50 anos de entrega e dedicação a Igreja de Jesus Cristo, em nossa Diocese.

Em agosto, vinda de Roma, tivemos a alegria de termos a visita da relíquia do coração de São Camilo de Léllis, o “apóstolo dos enfermos”, fundador dos padres camilianos. Neste mesmo mês, durante o ComVocação, Dom Ercílio foi homenageado pelo Seminário São José, com um vídeo retrospectiva e mensagem de vários bispos, familiares, padres e amigos, pelos seus 10 anos a frente de nossa Diocese.

Em 2013, Monsenhor Danilo José de Oliveira Ohl, recebeu uma homenagem póstuma do governo do Estado de São Paulo e da cidade de Barueri, quando a Fatec de Barueri recebeu oficialmente o seu nome. Em março, do mesmo ano, tivemos o encerramento da fase diocesana do processo de beatificação e canonização de Gineta Calliari (focolarina), sendo encaminhado, por Dom Ercílio Turco, toda a documentação para a Santa Sé. No dia 12 de junho, o Santo Padre, o Papa Francisco, nomeou o padre Luiz Fernando Lisboa, que é religioso passionista e de origem da Diocese de Osasco, para ser bispo da Igreja Católica, exercendo seu ministério em Pemba, na África.

Em agosto, a Paróquia Nossa Senhora do Monte Serrate, em Cotia, comemorou 300 anos de criação e instalação. Já em setembro, no dia 14, Dom Ercílio consagrou a Igreja e o altar da Igreja Santa Cruz, do bairro Cruz Preta, em Barueri, no dia seguinte, 15, a Legião de Maria comemorou 50 anos de presença e serviço em nossa Diocese. No dia 1º de dezembro comemoramos junto a Dom Ercílio seu jubileu de ouro sacerdotal – 50 anos de entrega e dedicação a Deus e a Igreja.

Em novembro nossa Diocese foi agraciada pela visita das relíquias do beato Adolph Kolping. No dia 23 de dezembro, com 88 anos de idade, faleceu nosso 1º bispo diocesano: Dom Francisco Manuel Vieira, após uma intensa vida de entrega e renúncias por causa da Igreja de Cristo; seu corpo foi velado na Catedral Santo Antônio na presença de diversas pessoas e autoridades civis e religiosas, como o cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer e Dom Ercílio Turco, bispo diocesano.

Em 2014 o Papa João Paulo II, foi canonizado. Também neste ano, recebemos o nosso 3º bispo diocesano (atual): Dom João Bosco Barbosa de Sousa, sendo nomeado por Sua Santidade, o Papa Francisco, transferindo-o da sede de União da Vitória (PR), para a sede episcopal de Osasco. Dom João foi canonicamente empossado no dia 20 de Julho do mesmo ano, em uma solene e bonita Santa Missa, recebendo das mãos de Dom Ercílio Turco, o báculo, símbolo do pastoreio, na ocasião, Dom João foi ovacionado e muito bem recebido por todos os “diocesanos” que cantavam a uma só voz: “Bendito o que vem, em nome do Senhor… ‘Cristo, nossa Vitória’ este é teu lema”. Acompanhem a próxima edição do BIO, falaremos dos feitos de Dom João e a caminhada de nossa Diocese, até os dias atuais (2014-2018).

Seminarista Thiago Jordão

Fonte: BIO - Boletim Diocesano de Osasco