Highslide for Wordpress Plugin

Sínodos dos Bispos

Foto: A 14ª Assembleia Geral Ordinária, de outubro de 2015, resultou na Exortação Amoris Laetitia. Imagem Internet

 

O que é um sínodo?

 

O termo “sínodo” (do Latim sinŏdus, que deriva do grego σúνοδος, “sínodos”), significa “caminhar juntos”, ou “fazer juntos o caminho”. Pode também ter o significado de “assembleia”. Os sínodos são uma série de encontros de representantes das diversas representações de fiéis para tratarem de assuntos propostos por quem convocou o sínodo e proporem soluções para as questões propostas à discussão. Um sínodo acontece somente a partir da convocatória de um bispo, quando ocorre no âmbito de uma diocese. As Assembleias podem ser ordinárias ou extraordinárias. As primeiras são realizadas a cada quatro anos e, as segundas, o Papa convoca a qualquer tempo. Há também as Assembleias Especiais, realizadas nos continentes. Exemplos: Assembleia Especial para a África, realizada em 2009, e a Assembleia Especial para o Oriente Médio, realizada em 2010.

 

Quando surgiu?

 

O Sínodo dos Bispos foi instituído pelo Papa Paulo VI com o Motu proprio “Apostolica sollicitudo”, de 15 de setembro de 1965. Segundo a definição do próprio Pontífice, no Angelus de 22 de setembro de 1974, o Sínodo dos Bispos é: “É uma instituição eclesiástica, que nós, interrogando os sinais dos tempos, e ainda mais procurando interpretar em profundidade os desígnios divinos e a constituição da Igreja Católica, estabelecemos, após o Concílio Vaticano II, para favorecer a união e a colaboração dos bispos de todo o mundo com essa Sé Apostólica, através de um estudo comum das condições da Igreja e a solução concorde das questões relativas à sua missão. Não é um Concílio, não é um Parlamento, mas um Sínodo de particular natureza”.

Os trabalhos alternam entre análises e sínteses, com uma dinâmica que permite a verificação dos resultados e o exame de novas propostas. “Cada fase desse processo se desenvolve em um clima de comunhão colegial”, define a Santa Sé. Quem escolhe o tema do Sínodo é o Papa, após um estudo elaborado pelo Conselho da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos, que avalia as sugestões recebidas.

Geralmente, ao término do Sínodo, o Papa emite um documento chamado Exortação Apostólica Pós-Sinodal, no qual resume e aprova as principais conclusões dos bispos durante as reuniões.

 

Histórico dos Sínodos dos Bispos

 

1ª Assembleia Geral Ordinária

29 de setembro, 1967 — 29 de outubro, 1967

Tema: “A preservação e o fortalecimento da fé católica, a sua integridade, o seu vigor, o seu desenvolvimento, a sua coerência doutrinal e histórica”.

 

1ª Assembleia Geral Extraordinária

11 de outubro, 1969 – 28 de outubro, 1969

Tema: “Cooperação entre a Santa Sé a as Conferências Episcopais”, realizada durante o pontificado de Paulo VI.

 

2ª Assembleia Geral Ordinária

30 de setembro, 1971 — 6 de novembro, 1971

Tema: “O sacerdócio ministerial e a justiça no mundo”. Realizada durante o pontificado de Paulo VI.

 

3ª Assembleia Geral Ordinária

27 de setembro, 1974 — 26 de outubro, 1974

Tema: “A evangelização no mundo moderno”.

 

4ª Assembleia Geral Ordinária

30 de setembro, 1977 — 29 de outubro, 1977

Tema: “A catequese no nosso tempo“.

 

5ª Assembleia Geral Ordinária

26 de setembro, 1980 — 25 de outubro, 1980

Tema: “A família cristã“.

 

6ª Assembleia Geral Ordinária

29 de setembro, 1983 — 29 de outubro, 1983

Tema: “A penitência e a reconciliação na missão da Igreja“.

 

2ª Assembleia Geral Extraordinária

25 de novembro, 1985 — 8 de dezembro, 1985

Tema: “20º aniversário da conclusão do Concílio Vaticano II“.

 

7ª Assembleia Geral Ordinária

1 de outubro, 1987 — 30 de outubro, 1987

Tema: “A vocação e a missão dos leigos na Igreja e no mundo“.

 

8ª Assembleia Geral Ordinária

30 de setembro, 1990 — 28 de outubro, 1990

Tema: “A formação dos sacerdotes nas circunstâncias atuais“.

 

9ª Assembleia Geral Ordinária

2 de outubro, 1994 — 9 de outubro, 1994

Tema: “A vida consagrada e a sua missão na Igreja e no mundo“.

 

10ª Assembleia Geral Ordinária

30 de setembro, 2001 — 27 de outubro, 2001

Tema: “O Bispo: Servidor do Evangelho de Jesus Cristo para a esperança do mundo“.

 

11ª Assembleia Geral Ordinária

2 de outubro, 2005 — 23 de outubro, 2005

Tema: “A Eucaristia: fonte e ápice da vida e da missão da Igreja”.

 

12ª Assembleia Geral Ordinária

5 de outubro, 2008 — 26 de outubro, 2008

Tema: “A Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja“.

 

13ª Assembleia Geral Ordinária

7 de outubro, 2012 — 28 de outubro, 2012

Tema: “A nova evangelização para a transmissão da fé cristã“.

 

3ª Assembleia Geral Extraordinária

5 de outubro, 2014 — 19 de outubro, 2014

Tema: “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”.

 

14ª Assembleia Geral Ordinária 

4 de outubro, 2015 — 25 de outubro de 2015

Tema: “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo”.

 

 

Seminarista Thiago Jordão

Equipe BIO

Fonte: BIO - Boletim Informativo de Osasco