Highslide for Wordpress Plugin

Diocese de Osasco

Últimas Notícias

Brasil, Igreja, Notícias gerais › 30/06/2016

Quatro arcebispos brasileiros recebem o pálio abençoado pelo papa

 

No Brasil, os pálios serão impostos por dom Giovanni D’Aniello

Ontem, 29, na solenidade dos apóstolos Pedro e Paulo, padroeiros de Roma, o papa Francisco presidiu missa, no Vaticano. Na ocasião, abençoou os pálios dos 25 novos arcebispos metropolitanos nomeados após julho do ano passado. Os pálios serão impostos pelos núncios apostólicos nas respectivas arquidioceses.

No Brasil, o núncio apostólico dom Giovanni D’Aniello imporá os pálios nos arcebispos dom Roque Paloschi, de Porto Velho (RO); dom Zanoni Demettino Castro, de Feira de Santana (BA); dom Rodolfo Luís Weber, de Passo Fundo (RS); e dom Darci José Nicioli, de Diamantina (MG). Os outros 21 arcebispos são da França, Equador, Estados Unidos, Antilhas, Itália, Espanha, Bélgica, Turquia, Cuba, México, Polônia, Ilhas Salomão, Mianmar e Benin.

Na homilia, o papa Francisco lembrou da missão do arcebispo como sucessor dos apóstolos. Explicou que a imposição do pálio é símbolo do serviço e da promoção da comunhão com a Sé Apostólica. Disser ser preciso viver os fundamentos da vida apostólica e da comunidade cristã para superar seus próprios egoísmos, medos e fechamentos.

“A principal via de saída dos fechamentos é a oração… A oração, como humilde entrega a Deus e à sua santa vontade, é sempre a via de saída dos nossos fechamentos pessoais e comunitários”, afirmou o papa.

Desde 2015, Francisco instituiu a mudança na imposição do pálio aos novos arcebispos. A faixa de lã branca é somente entregue e não colocada pelo papa. “O significado desta alteração é pôr em maior evidência a relação dos bispos metropolitanos com a sua Igreja local e, assim, dar também a possibilidade a mais fiéis de estarem presentes neste rito tão significativo para eles”, explicou monsenhor Guido Marini.

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X