Highslide for Wordpress Plugin

Missa do Jubileu dos Religiosos do Ano Santo da Misericórdia

Foto: Pascom Diocesana

 

Na noite desta segunda-feira, 01 de fevereiro, Dom João Bosco presidiu na Catedral Santo Antônio a missa em ação de graças pelo encerramento do Ano da Vida Consagrada e o Jubileu dos Religiosos, que faz parte da programação diocesana do Ano Santo da Misericórdia.

Sendo também o bispo membro de uma congregação religiosa, em nome das diversas realidades e carismas presentes na diocese, agradeceu a Deus pelo caminho realizado durante o ano dedicado à vida consagrada, pelos desafios superados, e, sobretudo pela força recebida de Deus para o serviço, principalmente em favor dos mais necessitados e sofridos. Dom João falou com carinho da presença da vida consagrada na Igreja e na evangelização, descrevendo como “uma presença alegre e profética!”, exclamou o bispo.

Em entrevista ao Canal de Notícias, a Ir. Débora Damiolini da Congregação Irmãs Operárias e secretária da CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil) explicou que viver os votos consagrados significa fazer como primeira opção escolher a Cristo, e não tirar a liberdade como pensam a maioria das pessoas, principalmente os jovens. “Liberdade é acertar o projeto de Deus na nossa vida. Na medida em que eu escolho a Cristo, conformando a minha vida ao Seu amor, é Ele que me torna livre”, afirmou a irmã.

Ir. Débora falou ainda, sobre os votos de pobreza, obediência e castidade: desapegar-se dos bens materiais para escolher Cristo como único bem, conformar-se com a vontade de Deus que às vezes custa, mas é a verdadeira liberdade e a renúncia de um amor exclusivo para amar a todos os irmãos.

E finalizou dizendo que para ela a vida consagrada é a plenitude do amor, como Cristo fez e ensinou, e que isto é seguir as pegadas de Jesus na nossa vida. “Por experiência pessoal posso dizer que nós podemos renunciar a alguma coisa porque escolhemos algo maior. Quando a gente encontra um tesouro pode deixar as outras coisas porque tudo vem depois, o Amor maior que é Cristo preenche a nossa vida”, concluiu a consagrada.

A comemoração contou também com a exposição de fotos “Sorrisos sob grades” do fotógrafo Rômullo Dawid/ComvocaçãoPress , que retrata a vida de clausura das religiosas que estão na Diocese de Osasco: Dominicanas, Passionistas e Carmelitas.

 

Fonte: Meire Elaine/ Pascom Diocesana

Acesse a galeria de fotos:

Missa do Jubileu dos Religiosos