Highslide for Wordpress Plugin

Diocese de Osasco

Últimas Notícias

Clero, Diocesanas, Notícias › 12/12/2014

Jubileu de Prata de Ministério Presbiteral do Pe Mauro Ferreira

 

No último dia seis de dezembro, no centro de eventos de Barueri, Pe. Mauro celebrou vinte e cinco anos de ministério presbiteral. 

A Santa Missa contou com a presença de alguns padres, seminaristas, religiosas, de autoridades civis e, sobretudo, com a participação significativa dos paroquianos da Paróquia Nossa Senhora da Escada. Também, destaca-se a presença de alguns amigos vindos da primeira diocese do padre Mauro, Teófilo Otoni- MG, bem como os seus familiares e amigos.

A cerimônia ficou verdadeiramente marcada pelo seu espírito jubilar, em que pastor e rebanho rendiam graças ao Pai, que em sua infinita misericórdia escolheu, formou e consagrou o Padre Mauro Ferreira para ser “persona Christi” no mundo, continuando a obra da salvação iniciada por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Terminada a oração pós-comunhão, algumas pessoas tiveram o uso da palavra. Padre Edileis, em sua fala, destacou a importância do ministério presbiteral na Diocese de Osasco. Padre Eliseu, por sua vez, apresentou a trajetória do padre Mauro na diocese de Teófilo Otoni e a gratidão da mesma diocese pelo seu ministério nela desenvolvido. Em seguida, Dom Ercílio Turco, bispo emérito de Osasco, falou sobre a sua gratidão pela amizade que tem com o Padre Mauro.

Em nome das autoridades civis, o prefeito de Barueri, Gil Arantes, mencionou a relevância do ministério presbiteral na cidade, e principalmente os inúmeros trabalhos sociais animados e incentivados pelo Padre Mauro, e por isso, o Vereador Silvio Macedo, representando a Câmara de Barueri, entregou a Moção de Congratulação, parabenizando pelo Jubileu de Prata. E por fim, Malu, representando todos os paroquianos, ressaltou a gratidão de todos pelo ministério desempenhado, e, pelo carinho e zelo em relação ao rebanho, especialmente, às ovelhas mais necessitadas.

Enfim, tendo se encerrada as homenagens, Padre Mauro em seu discurso mencionou os inúmeros motivos pelo qual vale a pena ser padre, e agradeceu pelo carinho e amor a ele dispensado nestes vinte e cinco anos de sacerdócio ministerial. E com as seguintes palavras encerrou sua fala: “Valeu a pena ser padre, e continuará valendo, por mais cinco, dez, vinte e cinco ou quantos anos Deus permitir, sempre com a sua Graça, porque sem ela nada sou, sempre com a luz de Cristo e com auxilio maternal da Virgem da Escada.”

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X