Highslide for Wordpress Plugin

Diocese de Osasco

Últimas Notícias

Diocesanas, Eventos, Notícias › 07/12/2015

Diocese de Osasco promove primeiro Congresso das Famílias

 

O segundo domingo do tempo do Advento na Diocese de Osasco  foi marcado por um grande encontro para falar sobre a família. O I Congresso Diocesano das Famílias, realizado no Ginásio José Liberatti, em Osasco, reuniu membros de diversos movimentos e pastorais, como o Encontro de Casais com Cristo (ECC), a Pastoral Familiar, o Movimento Famílias Novas, que está inserido no Movimento dos Focolares, Ministério para as Famílias da Renovação Carismática Católica (RCC), Equipes de Nossa Senhora e Confederação Nacional de Planejamento Natural da Família (CENPLAFAM).

O tema do Congresso foi “O Amor é nossa missão” e  o lema foi “Família Diocesana: Espaço de Misericórdia”. O evento teve início com a oração do Santo Terço, e a programação contou com  palestras do Padre Carlos Eduardo, assessor da Pastoral Familiar,  Padre Rogério lemos, assessor espiritual do ECC, e também do casal André Luiz e Rita de Cássia, da Pastoral Familiar – Setor de Formação – Sul 1.  O casal destacou em sua palestra a dimensão missionária das famílias. “Precisamos trabalhar e melhorar nossa missão: orientar as famílias a rever seus valores.   A família precisa ser o lugar da formação, precisamos fazer do lar um lugar onde se educa para o amor por meio do testemunho. Família é a Igreja doméstica, filho não é despesa, é presente, é dom”. O conteúdo dessa palestra está disponível neste link.

Padre Carlos Eduardo falou sobre a Igreja Diocesana atenta às famílias e, em entrevista, ele comentou sobre necessidade do trabalho de uma pastoral de conjunto em prol da família.  “Estamos assumindo o 8º Plano da Ação Evangelizadora, e como nosso bispo já declarou, uma das urgências  contempla a família, por isso queremos articular os trabalhos em busca comum da evangelização. Estamos dando os primeiros passos na busca de uma pastoral de conjunto na evangelização das famílias”, explicou o padre, que deixou também uma mensagem de esperança para o Natal.”Caminhemos com esperança no trabalho pelas famílias. Que neste Natal Jesus possa renascer em cada  igreja doméstica, que é cada família, cada lar”.

O casal Léa e Marcelo, que são dirigentes do ECC, na Paróquia São Vito em Osasco, contaram que participar do congresso foi uma experiência de grande aprendizado para a caminhada. “Foi gratificante. Gostaríamos que  mais famílias estivessem presentes aqui hoje para buscarem esse conhecimento e  crescimento no aprendizado das coisas de Deus. O que mais nos marcou hoje foi a mensagem do amor dentro das famílias, com o diálogo entre pais e filhos e o amor na evangelização das famílias”.

O I Congresso Diocesano das Famílias foi encerrado com a Santa Missa, celebrada por Dom João Bosco e concelebrada por padres de diversas regiões da diocese. Em sua homilia, Dom João comparou os dias atuais com o contexto da época do nascimento de Cristo. “Os começos de Deus são sempre por meio dos pequeninos e humildes que embora fracos e frágeis abraçam a causa de Deus. Deus quis que seu filho Salvador nascesse no meio dos pequeninos. E hoje celebrando o I Congresso Diocesano das famílias na simplicidade, queremos ser esperança em meio a tantas contradições políticas dos tempos de hoje, que se comparam aos tempos do nascimento de Cristo”.

Dom João destacou também a importância do Sínodo das Famílias realizado neste ano, contou sobre seu trabalho como presidente da Comissão Episcopal para a Vida e Família da CNBB e falou  sobre o caminho para a Pastoral Familiar na Diocese. “Quero incentivá-los a somarem numa ação pastoral evangelizadora forte, com interação entre movimentos e pastorais, para assim terem mais força na sociedade. Há muitos movimentos que cuidam muito bem de si, mas precisam ampliar a articulação com os demais. É preciso uma animação paroquial em torno da família. Neste Ano Santo da Misericórdia, entendemos que misericórdia resume tudo que a Igreja quer ser, é a chave  para tudo que devemos fazer. A Pastoral Familiar precisa estar centrada da misericórdia para resistir a um mundo marcado pela destruição, com muitas famílias feridas em diversos aspectos. É um trabalho desafiador, mas belo. É preciso sair a trabalho com muita esperança para que seja realizado na família diocesana aquilo que Deus espera de nós”.

Em entrevista à Pascom Diocesana, Dom João falou sobre o Congresso das Famílias, o crescimento da Pastoral Familiar e desafios da evangelização das famílias em meio ao relativismo social. Acesse a entrevista na íntegra neste link.

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X