Highslide for Wordpress Plugin

Diocese de Osasco

Últimas Notícias

24 horas para o Senhor: Depoimentos dos padres

Por iniciativa do Papa Francisco neste Ano Jubilar da Misericórdia aconteceu nos dias 04 e 05, nas Igrejas do mundo inteiro, as “24 horas para o Senhor”, momento de missa, adoração e penitência, através do sacramento da Reconciliação, por 24 horas ininterruptas.

Veja abaixo o depoimento dos padres a respeito desse momento:

“Eu vi com muita alegria, já antes do acontecimento, como as nossas comunidades paroquiais trabalharam essa questão através do zelo, na divulgação deste programa das 24 horas para o Senhor, primeiro nas paróquias e através das redes sociais. Parece que brotou uma alegria desta atividade, difícil, sem dúvida, pois ela é longa, mas ao mesmo tempo tão produtiva. As notícias que eu tenho até aqui, foi de que o povo acolheu essa ideia muito bem, participou em grande número e são muitos aqueles que, depois de muito tempo, puderam se reencontrar com o Senhor, pelo sacramento da penitência. Eu espero que também daqui pra frente, nossas igrejas estejam sempre abertas, é esse o propósito do Papa, que seja uma nova atitude, acolhendo a Sua misericórdia através do sacramento do perdão. Eu achei muito bom esse acontecimento na nossa diocese” D. João Bosco (Bispo Diocesano)

“Aqui em Cotia a Igreja está bem participativa, em todos os horários, as missas que ocorreram tem sempre mais gente, já foram cinco missas e as pessoas não param de chegar, mas está tudo tranquilo, o encerramento foi ás 15 horas com o terço” – Pe. Marcelo (Região Cotia)

“As 8 horas a Catedral estava lotada, uma fila até lá fora de penitentes, muitas pessoas que faziam anos que não se confessavam. Muito bonito e prazeroso de atender estas pessoas” – Pe. Vagner (Região Santo Antônio)

“A primeira impressão foi muito boa! Tivemos o início as 12 horas na Catedral. Devido ao horário tinha mais ou menos trezentas pessoas. No horário das 15 horas a Igreja estava quase cheia. Isso sem contar o grande número de confissões. Os demais horários não estive presente, mas segundo os comentários está sendo fantástico, maravilhoso” – Pe. José Ailton (Região Santo Antônio)

“Em Carapicuíba, a matriz de São Lucas completamente cheia e na missa inicial, as 20 horas, permaneceu assim, depois da missa também em adoração e confissões. Destaco as paróquias que, nos seus horários, estão preparando as horas santas. Boa participação das paróquias em suas escalas com bastante fervor. Os padres, estes são instrumentos de misericórdia, alguns passaram sua escala e se sacrificaram ficando até mais de seis horas atendendo o povo de Deus. Silêncio e espírito de oração. Penitentes que a muito tempo não se confessavam buscando a reconciliação” – Pe. Carlos Eduardo (Região Carapicuíba)

“As 24 horas para o Senhor teve início as 16 horas de Sexta, com a celebração da missa com a igreja lotada. A partir de então as paróquias da região foram se revezando e animando os momentos de oração. Em relação às confissões o número de pessoas superam nossas expectativas, pois, aqui na região, já é um costume de fazer mutirão das confissões e isto aconteceu entre os dias 15 e 25 de fevereiro em quase todas as paróquias, em cada horário tínhamos no mínimo dois e no máximo quatro padres, que não foram suficientes para atender a todos. Também é se destacar a dedicação dos leigos, que colaboraram muito na organização e outros que passaram a noite trabalhando” – Pe. Valdivino (Região Barueri)

“Em São Roque ficou acima da expectativa. Nem conseguimos atender a todos no final. A Igreja estava cheia o tempo todo. Foi das 15 horas de sexta, até as 15 horas de sábado” – Pe. Sebastião Correia (Região São Roque)

“Na Região Bonfim foram 26 horas pois ao meio dia, quando foi dado a benção do Santíssimo, ainda permaneceram quatro padres atendendo por mais duas horas. Em todo o período, a Igreja dos Remédios esteve lotada, inclusive nas horas da madrugada. Há de se destacar a preparação das paróquias e acolhida esplendida da paróquia e da comunidade religiosa dos Cônegos, com apoio total. Impossível contar ou comensurar o que significou este momento. Festa no Céu com os pecadores reconciliados” – Pe. Marcos Funchal (Região Bonfim)

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X