Highslide for Wordpress Plugin

Diocese de Osasco

Últimas Notícias

Diocesanas, Eventos, Notícias › 13/05/2019

Centenário da Festa de São Sebastião e do Divino Espírito Santo, em Ibiúna.

Ibiúna está em festa. Chegamos ao Centenário da Festa de São Sebastião e do Divino Espírito Santo. A maior festa religiosa de nosso município e uma das maiores do interior do estado de São Paulo. Iniciada através de uma promessa realizada entre meados de 1917 e 1918 quando uma terrível peste apelidada de “gripe espanhola” assolou todo o planeta, ocasião em que a cidade, se manteve ilesa, devido a uma promessa feita pedindo à intercessão do Santo Protetor. Essa promessa consistia em trazer nos braços do povo a imagem de São Sebastião de sua capela, no distante bairro do Pocinho (a 32 km do centro), até a Matriz de Nossa Senhora das Dores, no centro da cidade. Depois de venerada durante três dias, a imagem do santo seria então levada de volta nos braços do povo. E assim ao longo dos anos esta promessa se mantém fiel com uma gigantesca participação popular.

As comemorações deste ano, especial pelos 100 anos, iniciaram-se em julho de 2018 e encerrará em junho de 2019. Tiveram a Festa Julina, Almoço Tropeiro, Cristoteca, Jantar Italiano, Futebol Solidário e o Passeio Ciclístico, Jantar Dançante, Show de Prêmios, São Sebastião Expo Fest, a segunda edição do Futebol Solidário, entre outras atividades.

A programação religiosa da festa tem início nove dias antes do último sábado do mês de maio, sendo assim a Novena em louvor a São Sebastião acontecerá de 16 a 24 de maio às 19h30, na Matriz Nossa Senhora das Dores, no centro da cidade. Serão nove dias de missa onde os fiéis agradecem, louvam e pedem a intercessão do Santo Mártir junto a Deus. Em 2019 a Diocese de Osasco comemora 30 anos de instalação, por este motivo, em cada dia da novena uma região pastoral será convidada a participar com seus padres e paroquianos.

A Missa e Procissão dos lavradores idealizada por Pe. Elizeu Antonio de Camargo e pelo Sr. Anibal Albertin, lavrador do município, será no dia 19 de maio (domingo). É um gesto simples e uma forma pela qual os lavradores agradecem a Deus pelos frutos colhidos e pedem a intercessão de São Sebastião por uma terra sadia e boas colheitas.  O povo reúne-se no coreto da Av. São Sebastião participam da Missa para em seguida descerem em procissão com os tratores (em média 500 tratores) sentido Praça da Matriz. Os lavradores ofertam seus produtos que são vendidos em um grande feirão e seguem para a São Sebastião Expo Fest, uma área de exposição que tem por objetivo oferecer aos agricultores a oportunidade de conhecerem novidades e realizar negócios junto aos  expositores do setor agropecuário.

Na manhã da última sexta-feira do mês (24/05), os romeiros (a pé, em cavalos, charretes, bicicletas) partem em direção a Capela de São Sebastião, no bairro do Pocinho, onde há Missa, procissão e vigília até a manhã  do dia seguinte.

No despertar do sábado (25/05) após a Missa, os romeiros partem trazendo a imagem de São Sebastião envolvida num manto vermelho, passando de mão em mão, até o Bairro do Capim Azedo. Lá a imagem é colocada no andor para que aconteça a chegada gloriosa à cidade, pela Avenida São Sebastião. Durante este trajeto os fiéis veneraram o Santo Protetor até a sua chegada pomposa na Praça da Matriz.

Um grande desfile de cavaleiros acontece na chegada, com centenas de cavalos, charretes, que dão todo um charme as festividades. Com procissão e Missa, acontecem os três dias de festa (25, 26 e 27/05) em honra ao Santo Mártir, para que ao raiar da terça-feira (28/05), feriado municipal, após a Missa de despedida, novamente os romeiros se coloquem a caminhar para levar São Sebastião de volta a sua capela, no bairro do Pocinho. E com ele vão todos os pedidos e agradecimentos do povo ibiunense.

A festa tem uma participação popular em torno de 35 a 40 mil pessoas durante os festejos, sendo estes moradores do município e das cidades vizinhas. É grande a devoção a São Sebastião com diversos testemunhos de graças e milagres alcançados pela intercessão do Santo.

Para esse grande momento de júbilo foi criada a hashtag #Vivaocentenario com um duplo sentido de interpretação: Em uma primeira interpretação o “viva” como interjeição no sentido de intensa alegria, exultação. E de outra forma o “viva” do verbo viver, aproveitar, vivenciar esse momento.

Para saber mais sobre essa festa e a grade de shows acesse o site www.festadesaosebastiaoibiuna.com.br ou a página oficial no Facebook www.facebook.com/festasaosebastiaoibiuna/

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X