Highslide for Wordpress Plugin

Aniversário Natalício de Dom João Bosco

Foto: Pascom São Pedro e São Paulo

Dom Frei João Bosco Barbosa de Sousa (OFM), nasceu na cidade de Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, em 8 de dezembro de 1952. A vocação religiosa de João Bosco manifestou-se muito cedo, devido à proximidade com os frades do Convento das Graças e do Seminário Frei Galvão. Com 11 anos apenas, João Bosco já preparava as malas para entrar no Seminário Franciscano de Santo Antônio, em Agudos. Estava na 5ª série do primeiro grau. A Profissão perpétua aconteceu em Agudos, no dia de São Francisco, 4 de outubro de 1975 e recebeu a Ordem do Diaconato em 6 de novembro de 1976.

A Ordenação Sacerdotal aconteceu em Guaratinguetá, em 7 de janeiro – dia de Santos Reis – de 1978. Nos primeiros vinte anos de padre, Frei João Bosco trabalhou entre São Paulo e Rio de Janeiro. Primeiro como vigário paroquial na Matriz de Santo Antônio, no bairro do Pari, na Capital Paulista. Depois, de 1983 a 1986, como pároco, em São Francisco de Assis, na Vila Clementino. Nesse mesmo período frequentou o curso de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Dirigiu uma produtora de audiovisuais (slides) catequéticos e didáticos, chamada Sono-Viso e foi diretor da Fundação Cultural Celinauta, uma rede de Rádio e TV sediada em Pato Branco, no Paraná.

Frei João Bosco recebeu a nomeação do Papa Bento XVI para se tornar o 2º Bispo de União da Vitória, no Paraná. Foi ordenado bispo em 25 de março de 2007 e a posse canônica realizada no dia 30 de março do mesmo ano.

Em 16 de abril de 2014, após acolher o pedido de renúncia apresentado por Dom Ercílio Turco, em conformidade com o cânon 401.1, do Código de Direito Canônico, o Papa Francisco nomeou Frei João Bosco como Bispo da Diocese de Osasco.

Tomou posse no dia 20 de julho de 2014, na cidade de Barueri, sendo o 3º bispo da Diocese, que no mesmo ano celebrava o seu jubileu de 25 anos.

Eleito durante a 53ª Assembleia Geral em Aparecida (SP), realizada em abril de 2015, atualmente ocupa o cargo de presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Fonte: BIO - Boletim Informativo de Osasco